O Programa de Pós-Graduação em Gestão de Riscos e Desastres Naturais na Amazônia – PPGGRD, vinculado ao Instituto de Geociências – IG, da Universidade Federal do Pará – UFPA torna público o resultado:

HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES

RESULTADO DA PRIMEIRA FASE

- RESULTADO DA SEGUNDA FASE

- RESULTADO FINAL - PRELIMINAR

- RESULTADO FINAL 

 - PROGRAMAÇÃO DAS ENTREVISTAS

 Mais informações - Em INGRESSO - SELEÇÃO ATUAL.

Considerando a Nota Oficial da Universidade Federal do Pará sobre suspensão de atividades acadêmicas e administrativas presencial. A Coordenação do Programa de Pós-graduação em Gestão de riscos e Desastre na Amazônia - PPGGRD comunica que TODAS suas atividades acadêmicas e administrativas presencial  estarão suspensas. Vale ressaltar que o Grupo de Trabalho da UFPA sobre o novo coronavírus acompanhará a evolução do cenário epidemiológico no estado do Pará e divulgará, a qualquer tempo, informações atualizadas sobre o assunto, acompanhe pela página coronavirus.ufpa.br. Para maiores informações sobre a Nota Oficial da Universidade Federal do Pará. Acesse: https://portal.ufpa.br/. Atividades, serviços e contatos para atendimento na UFPA - acesse aqui.

Com objetivo de cumprir a atividade curricular obrigatória do Curso de Mestrado Profissional e fortalecer as parcerias institucionais foi realizada, no período de 21 a 25 de outubro de 2019, uma visita técnica de alunos e professores do PPGGRD/UFPA ao Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais – CEMADEN em São José dos Campos - SP. Nesta visita os alunos tiveram a oportunidade de conhecerem a estrutura do CEMADEN, atividades desenvolvidas no Centro, além de. Participarem e desenvolverem atividades didáticas e práticas direcionadas a temática Gestão de Risco e Desastres Naturais, como: Aula magna com o Professor e Pesquisador José Marengo, com a apresentação da pesquisa intitulada como “Riscos de secas e stress hídrico no Nordeste do Brasil: presente e futuro”, além de uma breve apresentação sobre a Sala de Situação do CEMADEN; Vista à Sala de Situação, com explanações acerca dos processos monitorados, protocolos de serviços e sobre como funciona a dinâmica para o acionamento de alertas, bem como quais condicionantes se deve considerar antes de cessar o alerta emitido.